1513 Views |  Like

Varizes na Gravidez

Varizes na Gravidez

Como na gravidez tudo se intensifica e modifica, depois de escrever sobre vasinhos e varizes ( Clique aqui para saber tudo sobre eles em outro post)  me vi na obrigação de abordar ainda mais esse assunto para as gravidas, sofremos muito com isso principalmente nesse época do ano, quando o calor parece nao dar trégua.

varizes na gravidez
  • Facebook
  • Google+
  • Pinterest

 

A maioria das gestantes sofre de varizes. Os estudos científicos apontam que entre 20 e 40% das gestantes tem varizes nas pernas e mais de 80% vão ter inchaço nas pernas em algum momento da gestação. , mas a boa notícia é que, na maioria dos casos, o problema multifatorial se resolve após o nascimento do bebê.

Nessa fase, além das alterações hormonais que acontecem no corpo da mulher, As varizes surgem ou ficam piores devido à pressão do útero em crescimento sobre as veias pélvicas e a veia cava inferior (uma grande veia da parte direita do corpo que recebe sangue dos membros inferiores e de boa parte dos órgãos pélvicos e abdominais). Isso aumenta a pressão nas veias das pernas e leva ao aparecimento das varizes. Com o desenvolvimento do bebê e do útero, essas veias tendem a se tornar ainda mais evidentes.

images
  • Facebook
  • Google+
  • Pinterest

Uma das principais causas do surgimento de varizes em mulheres é o fator hormonal. A progesterona é uma substância do anticoncepcional que pode gerar a vasodilatação. O uso de anticoncepcional altera a quantidade de hormônio feminino ( o estrogênio), agravando ainda mais o quadro de varizes em mulheres que já possuem uma forte predisposição genética. E na gestação A elevação nos níveis de progesterona também provoca o relaxamento das paredes dos vasos sanguíneos. Com isso, veias “azuladas” ou com um aspecto mais inchado podem aparecer sob a pele, causando alguma dor ou, em muitos casos, nenhum incômodo.

Quando o calor começa a ficar mais intenso, alguns incômodos típicos da gravidez podem piorar. Há uma dilatação maior dos vasos sanguíneos, e o sangue passa a circular lentamente, fazendo com que o corpo retenha mais líquido que o normal. Por conta disso, acontecem problemas como inchaço, varizes e trombose.
Se não dá para evitar completamente, pelo menos dá para minimizá-lo. O primeiro passo é evitar pressão demais nas pernas durante a gravidez. Algumas medidas simples podem ser tomadas para aliviar os sintomas:

– Consuma dois litros de água por dia.

– Movimente-se e faça caminhadas durante o dia. – vale até uma caminhada em ritmo mais acelerado em volta do quarteirão.

– Cuidado com a alimentação: evite o excesso de sal e de peso.

– Em repouso, eleve as pernas para melhorar a circulação sanguínea.

– mantenha um banquinho ou uma caixa embaixo da sua mesa, e, quando estiver em casa, tente deitar sobre seu lado esquerdo, com os pés elevados por um travesseiro (e coloque outro nas costas para se manter nessa posição virada). Como a veia cava inferior fica do lado direito, ao se deitar do esquerdo, você alivia a pressão do útero contra a veia, diminuindo assim a pressão nas extremidades inferiores.

– Uso de meias elásticas – Coloque meias elásticas ao acordar. Ao fazer isso antes de pôr os pés no chão, você impedirá acúmulo de sangue nas pernas. Guarde as meias em um criado-mudo próximo, assim elas estarão acessíveis para você vestir antes de se levantar. Caso você tenha um problema de varizes mais grave, seu médico poderá indicar meias elásticas de maior compressão — fique prevenida de que elas são bem grossas e podem incomodar durante o verão.

varizes na gravidez 1
  • Facebook
  • Google+
  • Pinterest

Para saber mais sobre vazinhos e varizes procure o Dr. Jorge Zbeidi em Araraquara alem de meu amigo de infância ele é um ótimo profissional, ele que me orientou a escrever esse post. Clique aqui conheça mais!