1520 Views |  Like

Vasinhos e Varizes

Vasinhos e varizes
  • Facebook
  • Google+
  • Pinterest
Se você ainda nao reclamou, com certeza ja viu ou ouviu alguém reclamar daqueles vasinhos ou das varizes que surgem nas belas pernocas ainda mais agora no verão, que ficam mais expostas e visíveis, sem demorar muito vem alguém e diz, “ Ah, amiga isso nao é nada… só secar e pronto… ah, a filha da amiga da vizinha tinha um montão, fez cirurgia e esta com pernas belíssimas! ” Sempre tem! Mas vai muito além da estética… Sensacao das pernas estarem pesadas, ardendo ou dores tipo queimação e cansaco e ainda pior… inchaço nas pernas ao redor do tornozelo

Bom, para que possamos entender todo esse projeto para lindas pernas temos que começar do inicio, entendo o que sao esses vasinhos e varizes. E pra isso, peguei um amigo meu e ótimo cirurgião Vascular Dr. Jorge Augusto Zbeidi para nos esclarecer sobre tudo… vamos aos fatos;

O Esquema começa assim; As artérias são responsáveis por levar nutrientes e oxigênios ao corpo. O caminho de ida do sangue sai do coração, o trajeto de volta são pelas veias. No caso das pernas, elas precisam vencer a gravidade para conseguir com que o sangue volte ao coração.

As paredes das veias contêm válvulas, que às vezes não dão conta do recado. O sangue se acumula e alargam as paredes das veias que ficam grossas a ponto de ficar visíveis na pele, dando origem às varizes.

Varizes, flebites, pernas inchadas, cansaço, dores, sensação de peso são alguns dos efeitos da má circulação de retorno, ou seja, aquela que flui pelas veias em direção ao coração.

Os vasinhos se diferenciam das varizes apenas em calibre e posição, já que ficam na camada mais superficial da pele e tem 1mm de diâmetro, enquanto as varizes apresentam 3mm. As causas e os tratamentos também são bem similares.

varizes1
  • Facebook
  • Google+
  • Pinterest

  • Tratamento:

O tratamento específico das varizes depende, fundamentalmente, da veia a ser tratada. Aqueles cordões varicosos, salientes e visíveis, que elevam a pele, e aquelas pequenas veias de trajeto tortuoso ou retilíneo são de tratamento cirúrgico sendo indicação exclusiva do cirurgião vascular.

Os pacientes que não querem ou não podem fazer nenhum dos tipos de tratamento citados, devem seguir um tratamento clínico com medicamentos, elevação dos membros inferiores e, fundamentalmente, o uso de meia elástica.

Os vasinhos são manchinhas nas pernas que parecem riscos de caneta e podem ser  tratados com aplicação, nas quais substâncias são injetadas com agulha e causam a inflamação da veia, sendo depois absorvida pelo organismo. O laser também é outra opção, procedimento no qual o sangue da veia é esquentado até queimar o vaso. No entanto, ao contrário do que se pensa, lazer dói tanto quanto as aplicações com agulha e, cada nova emissão de luz, dá a sensação de uma picada de agulha.

No caso das varizes, o método mais comum é a retirada das veias dilatadas com procedimento cirúrgico. Este método ainda tem o melhor custo benefício estético.

O laser é um grande aliado no tratamento das telangectasias (vasinhos) na face e nas pernas.

O princípio para o tratamento dos vasos consiste em liberar uma luz de alta concentração de energia (laser) através da pele até que ela atinja o vaso. A absorção da luz pelo vaso faz com que ele não seja mais visível. Com o resfriamento da pele, por dispositivos tecnológicos,o tratamento torna-se praticamente indolor. Os aparelhos modernos agem com maior seletividade, dando melhores resultados e menos complicações que no passado.

A aplicação de espumas ou Escleroterapia com espuma segue o mesmo princípio da aplicação dos vasinhos. No entanto, uma desvantagem é a possibilidade de ficar manchas na pele, já que como a extensão da veia danificada é extensa, pode acontecer de o corpo não conseguir absorvê-la por completo.

Ao contrário do laser nos vasinhos (que é um disparo), no caso das varizes, é injetado uma fibra que vai queimando as veias internamente mediante a injeção de uma substância esclerosante, para que veia varicosa desapareça. Não requer internação hospitalar e imediatamente após o procedimento o paciente volta para casa. E Indicada também no tratamento de varizes grossas ( inclusive a veia safena), em pacientes idosos sem condição clínica para cirurgia. Outros casos de indicação são os pacientes que apresentam complicações que dificultam o acesso cirúrgico nos membros, como a presença de feridas nas pernas, edemas volumosos e eczemas.

Há também o método da radiofrequência, ou Termocoagulação. O principio da termocoagulação e o aquecimento da veia fazem com que ela coagule. A elevação da temperatura na ponta da agulha fina é obtida pelo envio de um pulso de alta frequência. Indicado para veias varicosas até 0,9mm, rosáceas e pontos vermelhos.

  • Como prevenir

A melhor maneira de prevenir os vasinhos e varizes é adotar um estilo de vida saudável. Não existe remédio para evitar o surgimento das varizes. Existem apenas remédios que melhoram os sintomas, como inchaço, dor e cãibra, que podem ser usados via oral ou em cremes, e são receitados em situações bem especifica

  • As indicações para cirugrgia de varizes são:

Estética;

Funcional em Pacientes que apresentam varizes e sintomas como dor, edema (inchaço), eczema e úlcera de membros inferiores;

Preventiva: Pacientes que apresentam varizes exuberantes e são sedentários, mesmo que assintomáticos. Nestes pacientes a incidência de trombose venosa profunda é de ocorrência frequente.

Urgência: Pacientes com flebite extensa da veia safena magna (trombose de veia superficial) com progressão do coágulo ascendente no sentido do sistema venoso profundo.

  • Algumas medidas poderão ser tomadas para combater a má circulação sanguínea, como:- Dietas saudáveis e hipogordurosas;
    – Atividades físicas regulares;
    – Evitar o cigarro, álcool e sal;
    – Consumir alimentos antioxidantes;
    – Evitar ficar muito tempo sentado ou de pé numa mesma posição.

1422350_436804876458226_6744590919154009713_n
  • Facebook
  • Google+
  • Pinterest

A alimentaçãoexerce grande influência na prevenção das varizes, que pode, inclusive, ser agravada pelo sobrepeso e obesidade.
A atividade física estimula a circulação, auxilia na manutenção do peso e tonifica os músculos. Uma das coisas mais importantes na hora de exercitar-se é malhar a panturrilha, considerada o coração periférico, responsável por bombear o retorno venoso.

A relação existente entre varizes e atividade física é a de que musculação realizada com carga muito pesada pode dificultar o retorno venoso e prejudicar a circulação. Fora isso, o exercício é considerado um grande aliado dos vasinhos e varizes.

Os homens também sofrem com as varizes, principalmente na faixa entre 30 e 40 anos. é que devido aos pelos, as veias escuras e protuberantes nas pernas podem passar despercebidas. Mas nem vem, quem sempre sofre mais na historia somos nos mulheres!
Entretanto, deve-se ter atenção quando sentir algum sintoma, como inchaço, dores e sensação de peso nas pernas. Se não for tratada, as varizes podem ser responsáveis por outros problemas, como trombose, flebite, úlcera, etc. Coisa séria!